Uma alma que se eleva em consciência, eleva o mundo.

sábado, 26 de março de 2011

NÍVEL DE CONSCIÊNCIA GENÉTICO

Ao longo do processo evolutivo, o ser vivencia as mais diversas personalidades, nos mais diversos momentos e nas mais diversas situações, e quase sempre, tendo que representar vários papéis conscientes e inconscientes ao mesmo tempo, submetido a certas injunções, em virtude de compromissos familiares, dependências ou obrigações que a vida lhe impõe, fazendo o que não lhe agrada, mas não podendo mudar nada, submetendo-se resignado, sendo obrigado a aceitar e a concordar, atuando contra sua vontade, seus desejos, sonhos e propósitos, acumulando um verdadeiro patrimônio de frustrações que um dia terão que ser ressignificadas. Quando o ser reencarna em um novo corpo o eclodir dessas desarmonias gravadas no subconsciente, tem como detonadores psíquicos, a mais variada gama de estímulos, desde visuais, como a contemplação de uma paisagem que parece ser conhecida, uma obra de arte tentadora, um móvel antigo, uma fotografia, um rosto que parece conhecido, um olhar agradável, agressivo ou arrogante, irônico ou debochado, um perfume que o faz sentir certas sensações. Como forte estímulo à desarmonia do novo ser, existe também a contribuição dos familiares, que ao vibrarem certos pensamentos, emoções, sentimentos e desejos, acabam por ferir o propósito do reencarnante, produzindo vigorosas Personalidades Virtuais. Assim, tenho observado em meus estudos e tratamentos terapêuticos que não são somente os níveis de outras existências( outras vidas) que acabam influenciando a personalidade encarnada. A influencia da família produz personalidades virtuais tão ou mais traumáticas das que o reencarnante vem trazendo de outras existências. Pode ocorrer também o inverso. Estas personalidades virtuais genéticas que denomino aqui de nível de consciência genético vão depender e muito da bagagem dos novos pais ao novo ser que vem fazer parte do circulo familiar. Assim podem-se produzir personalidades sadias e felizes se a criança for influenciada a se amar e a encarar a vida sob um prisma amoroso e positivo. Do contrário podem-se produzir personalidades com sérios problemas de ordem emocional e psíquica se a criança for educada sob um prisma de violência, brigas, abandono etc., ativando na maioria das vezes vários processos carmicos de personalidades adormecidas e ligadas ao carma da criança com a família atual.  Como acréscimo do sofrimento, abre-se as defesas do ser e surgem as obsessões, permitidas pelos descuidos e vícios que o mesmo acrescentou em seu universo já perturbado em outras encarnações, onde obsessores inteligentes, persistentes e observadores, descobrem os pontos de acesso e se acoplam, manipulando desejos, emoções e a vontade de suas vítimas potenciais que se tornam vítimas reais, pelas próprias invigilâncias que se permitem. Assim é de extrema importância a responsabilidade na criação de um ser que vem sob a nossa responsabilidade. Não podemos esquecer que somos co-criadores e que a responsabilidade em nossas criações é antes de tudo cósmica e divina. O que desejamos incutir em nossas criações? Estamos cumprindo com a proposta encarnatória do novo ser ao vínculo familiar? Quais são os valores que nos comprometemos auxiliar a desenvolver neste ser que retorna ao convívio familiar? Isso tudo acaba confundindo as mais aprimoradas técnicas de diagnóstico, dificultando a descoberta da origem do mal e complicando as decisões terapêuticas que precisam ser tomadas. Assim, em muitos casos os problemas são criados pelo próprio circulo familiar onde todos nós possuímos fortes influencias destes níveis de consciência virtuais genéticos pelo resto da nossa existência o que será agregado ao nosso ser espiritual. Então, é realmente necessário que o terapeuta espiritual esteja bem instrumentado, com conhecimentos sobre Apometria, sobre reencarnação, Lei Kármica, ser um bom observador da psicologia e dos comportamentos humanos, desenvolva sua capacidade de "ler" o paciente e perceber suas máscaras, justificativas, razões, necessidades e camuflagens.

 

Eu Sou co-criando na Luz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário