Uma alma que se eleva em consciência, eleva o mundo.

sexta-feira, 22 de abril de 2011

DIMENSÕES DO SER

Dizemos que o Planeta Terra encontra-se no estágio tridimensional. Nesta dimensão, são as leis físicas que regem todas as manifestações e relações dos seres com os pontos tridimensionais. Algumas “regras”, tais como: dualidade, resgate kármico, sofrimento, doenças, o não encontro de sua alma-gêmea, guerras, poder, injustiças, vícios, etc. , fazem parte do universo de aprendizado que vamos transitar.
Cada ser humano pode elevar suas vibrações, passando para dimensões superiores. Abaixo segue uma breve descrição das 7 dimensões em que os seres humanos podem encontrar-se:

Primeira Dimensão
A primeira dimensão está relacionada com o chackra da raiz. Refere-se  à terra (minerais e vegetais) e à sobrevivência no plano físico.  Os homens que se sintonizam com essa dimensão, no aspecto negativo,  são capazes de tudo para garantir sua sobrevivência, inclusive matar e roubar.

Segunda Dimensão
Está relacionada com o chackra genésico, referente às questões do desejo, da sexualidade e das emoções.

Terceira Dimensão
Está relacionada com o chackra umbilical. A busca do desejo gera estratégias cada vez mais desenvolvidas, em busca do objeto do instinto, e assim, as sementes do intelecto começam a florescer. O instinto vai, gradativamente, se transformando em inteligência. Quando o ser atinge um nível de inteligência que lhe permita reconhecer a si próprio, ele se hominiza, ganhando o status de humano.
O homem inteligente é, inicialmente, egocêntrico e vive em função dos seus interesses, não hesitando em atropelar quem se coloque no seu caminho. Vive uma vida “normal”, dedicada a satisfazer suas necessidades relacionadas ás 3 primeiras dimensões: 1a a sua sobrevivência – 2a os seus desejos – e 3a o seu poder. A terceira dimensão está, portanto, relacionada ao poder e ao intelecto. O outro nada mais é senão um observador, um expectador do nosso sucesso e do nosso fracasso. A vaidade e o orgulho fazem parte da terceira dimensão.
Infelizmente a maioria da humanidade estagia na terceira dimensão. Todos se preocupam em terem poder na forma de dinheiro e status e se destacarem em relação a outras pessoas.

 
Quarta Dimensão
Está relacionada com o chackra cardíaco. Na quarta dimensão, o ser não está mais só, ele percebe que existe outras pessoas ao seu redor, que sofrem e sonham tanto quanto ele. Ele desenvolvem a capacidade de empatia (vestir a pele do outro) e junto com essa capacidade, a compaixão e a misericórdia. Seus atos passam a ser em função não mais dos seus interesse egoístas, mas na direção das pessoas que ama.
Na quarta dimensão, pela primeira vez, o homem sente-se ligado a Deus e à espiritualidade superior. Ele começa a perceber a ajuda que vem do Alto e, junto com essa percepção a sua fé vai aumentando, vai se consolidando, tornando-o capaz de ser dono do seu destino e entrar definitivamente na quinta dimensão.

Quinta Dimensão
Está relacionada com o chackra laríngeo. Na quinta dimensão, o homem é inteiramente dono do seu destino. Sua vontade está em sintonia com a Vontade Divina e, por isso, “todo o universo conspira a seu favor”. Ele aspira a beneficiar toda humanidade e tudo o que faz é com esse objetivo. Assim, ele não mais está ou se sente só. O Universo o ajuda em todos os seus objetivos materiais e espirituais como o gênio da fábula de “Aladim”. A lâmpada é o coração purificado no serviço do bem e o gênio é a sua mente.
As leis da sincronicidade (coincidências significativas) o ajudam a conseguir tudo o que quer. Por exemplo: se ele precisa de dinheiro e de um bom emprego, encontra um anúncio num jornal esquecido no banco de uma praça. Se ele quer orientação, encontra-se “por acaso” com um amigo sábio ou ganha de presente um livro que o esclareça sobre o assunto.
Pessoas de quinta dimensão são, portanto, pessoas sábias, criativas, de sucesso e que sabe lidar como ninguém com as leis da prosperidade e dá serviço ao próximo.
Os benefícios da quinta dimensão são o sonho de todos as pessoas da terceira. É importante, contudo, salientarmos que, para se entrar na 5a dimensão é necessário passar pela 4a, ou seja, abrir o coração para a caridade e o amor. É necessário, também, uma longa disciplina de prece e meditação, para que a nossa fé e nossa sabedoria sejam consolidadas, do contrário as leis da sincronicidade passarão diante dos nosso olhos e não perceberemos.

Sexta Dimensão
Está relacionada com o chackra frontal É a dimensão dos milagres. Nada mais é impossível para essa pessoa, que se torna um iluminado. Sua plenitude é tão grande que ele não sente necessidade de nada material, podendo viver na pobreza como se fosse o mais rico dos homens. Sente-se totalmente integrado com Deus e consegue enxergá-Lo em tudo.

Sétima Dimensão
Nesta dimensão não há mais limites entre Deus e o homem. Ele se sente um com Deus. Jesus de Nazaré, São Francisco de Assis e Sai Baba são exemplos de pessoas que se integraram definitavemente com seu Cristo interno, com sua essência divina. “Eu e o Pai somos um”. “As minhas obras não sou eu quem realiza, mas o Pai que as realiza através de mim”

Como passamos de uma dimensão para outra?

Através de uma disciplina espiritual completa. A disciplina é a arte de transformar sonhos em realidade. Qualquer sonho que tivermos só se transforma em realidade se houver disciplina. Por exemplo: só nos tornaremos um grande pianista se renunciarmos as horas de lazer por horas de estudos monótonos ao piano, só exerceremos a medicina após seis longos anos de faculdade.
Disciplina espiritual  significa praticarmos persistentemente uma prática espiritual de qualquer religião com que temos afinidade. Meditação, ioga, terço, preces, hinos de louvores, são algumas das muitas técnicas que as religiões nos oferecem para desenvolvermos a nossa fé.
Disciplina espiritual completa é quando, aliamos a prece a caridade. De nada adianta termos uma vida de monge se não fazemos o bem, se não ajudamos a ninguém, se nos isolamos? Portanto, poderemos entrar em contato com Deus de uma forma mais efetiva através da prece completa, aquela oração que é seguida de uma ação. Em outras palavras, o próximo é o caminho mais curto para Deus.
Como sabemos em qual dimensão nos encontramos?
Através da forma com que vemos o mundo. Nós somos aquilo que vemos. Vale salientar que uma mesma pessoa pode se situar em dimensões diferentes em cada aspecto da sua vida. Portanto, é preciso, verificarmos em quais departamentos da nossa vida a nossa dimensão é baixa para que possamos elevá-la.

Referências: Somos Todos Um, Scribd e Idbrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário