Uma alma que se eleva em consciência, eleva o mundo.

segunda-feira, 11 de março de 2013

OS SIGNIFICADOS DO VAZIO

1. O vazio nada obstrui. O vazio tudo permeia em todos os lugares, mas nada obstrui, em nenhum lugar.

2. O vazio tudo permeia. Pode ser encontrado em todas as coisas.

3. O vazio é o mesmo em tudo. Não tem preferência por lugares ou coisas em detrimento de outros lugares e coisas.

4. O vazio é imenso, não tem começo, nem fim, nem limitações.

5. O vazio não tem forma. Não tem face ou forma em nenhum lugar.

6. O vazio é puro. Não tem impureza ou mácula.

7. O vazio é imóvel. É imutável e existe além da vida e da morte.

8. O vazio é uma negação absoluta, a negação absoluta de todas as coisas formadas e limitadas. Em última instância, todas elas se dissolvem no vazio.

9. O vazio é vazio. Nega a sua natureza e destrói todos os apegos a ela.

10. O vazio é incoercível. Não pode ser contido, reprimido ou controlado por nada.


Buda veio ao mundo com a missão de se iluminar e se tornar um exemplo a ser seguido. Para a prática budista é necessário matar a mente impura por meio da meditação. Pode-se escolher a mente impura ou a iluminação.

'Buda' - O Mito e a Realidade é um livro que pretendia ser apenas textos para bem divulgar o budismo, mas trás filigranas belíssimas do budismo, como esse texto acima, sobre os significados do vazio.

O VAZIO na tradição zen budista ganha centralidade, só pode ser entendido por meio da meditação e esforço pessoal.
Pode-se afirmar a presença do Mistério no ser humano, a medida em que se amplia o seu vazio.

NADA QUERER, NADA SABER E NADA TER.

O zen budismo exclui a possibilidade de se alcançar o mistério mediante conceitos, mediante o entulhar de conhecimentos, e práticas exteriores.
Apenas a trilha pessoal e a experiência vivida por intermédio da meditação mais simples possível pode levar a apostasia do vazio.

Uma afirmação zen budista diz o seguinte:

"MELHOR VER A FACE DO QUE OUVIR O NOME".

A experiência do SUNYATA - VAZIO não pode ser repassado, porque é uma experiência pessoal e intransferível, não pode ser conceituado porque inexiste palavras para expressá-lo.

"O Vazio Universal é olho e o tesouro da verdadeira Lei e a serena mente do Nivarna".
O Mistério é inefável, é indizível...
E somente a experiência pessoal pode sentí-lo.
É o silêncio de tudo... de tudo...
Sentir... nada mais... nada menos...
Sentir...

Fonte:
1. Heródoto Barbeiro. O Mito e a Realidade. Madras Editora, edição 2005

Nenhum comentário:

Postar um comentário