Uma alma que se eleva em consciência, eleva o mundo.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Como Identificar e liberar Energias Intrusas

Falar de larvas astrais parece um pouco fantasioso, mas não é. Cada vez que somos acometidos por uma doença, um acidente, distúrbios em nosso ambiente, há na maioria dos casos a incidência de uma larva astral atuando prejudicando a nossa energia, a nossa mente ou o nosso ambiente.

Larvas astrais afetam a nosso corpo estrutural,  mental, emocional e espiritual, como todos os nossos níveis consciênciais. Nenhum corpo é afetado sem o outro, porque tudo está conectado
Animais, plantas e objetos também tem campo magnético ou aura, sendo que eles também podem ser afetados.
Até a nossa aura pode ser perfurada e ficar sem acesso para a alma, e a aura sempre é perfurada a partir de dentro, através da resposta de medo, ou o desejo de ir ao encontro da entidade agressora para se defender, o que nos leva a entrar em freqüência de baixa vibração.

A nossa casa é a nossa fortaleza. Quando em casa tudo correr bem, nos sentimos muito confortáveis no ambiente. Mas quando não nos sentimos  confortável nele, e não descobrimos a causa do mal-estar, medo, pesadelos, a causa de tudo isso pode ser  a presença as entidades astrais no ambiente. As casas e locais onde habitamos  tem a capacidade de "lembrar" os pensamentos e sentimentos de seus habitantes.

Há "parasitas astrais" que se aderem ao nosso corpo em especial ao nosso duplo etérico e ao corpo astral se alimentando da nossa energia vital.
Se a aura de qualquer órgão humano (coração, fígado, pulmões), privá-lo de sua energia habitual pode levar à doença.

Além disso, em contraste com os vírus de "terra" é capaz de chamar não só a doença física, mas também mental. Normalmente nós não sentimos  isso diretamente.
Você pode senti-lo indiretamente: Uma inquietação inexplicável,  opressão, sono agitado - às vezes com a desagradável sensação de peso no peito, como se alguém se lançasse  acima. Com o passar do tempo  incide baixa capacidade de trabalho, a condição pessoal se deteriora, os ataques inexplicáveis ocorrem com freqüência e doenças misteriosas se manifestam no físico sem diagnóstico preciso.

Há infecções ocultas de origem astral as quais os médicos não conseguem encontrar qualquer causa específica, um dos casos é a "síndrome da fadiga crônica".

Certas condições do estado nervoso, emoções dolorosas, pensamentos imprudentes também tem o poder de criar criaturas astrais correspondentes as quais denominamos de elementais negativos. A nossa energia pode atrair focos de energias estranha a nível invisível o que pode se agregar em nosso corpo e em nosso ambiente. Se, entretanto, "são registrados" constantemente em casa emoções positivas - apenas forasteiros do bem reforçarão a atmosfera favorável.

Quaisquer formas de pensamento em nosso campo energético podem ser dissolvidas pela atuação de energia positiva. No "recarregar" o nosso campo energético ou de nosso ambiente gradualmente enfraquece, derrete, tornando-se a névoa cinza sem forma, e morre uma vez que os elementais são seres mortais e não têm alma. Todos os elementais negativos são vampiros energéticos.

Elementais negativos e larvas astrais gostam de lugares cheios de coisas, especialmente os cantos, onde há meses acumula poeira e detritos: não recebendo o fornecimento de energia. Lá elas fazem o seu "ninho". De lá afetam toda a atmosfera psicológica da casa, (tornando-se particularmente agressivas "durante incursões noturnas").

A conclusão é clara: é necessário regularmente livrar-se do lixo e poeira, principalmente em locais de difícil acesso.
Existe outro tipo de parasitas invisíveis. São substâncias astrais inferiores - algo como "o molde astral" que se alimenta de decomposição de energia em estado de putrefação, pratos sujos, mesmo as sobras, que deixaram podem atrair substâncias astrais ruins.

Parece estranho, mas a mesa de jantar é um dos lugares de energia mais "suja" As pessoas que se reúnem em torno dela, carregam diferentes pensamentos, em conjunto com os vestígios de comida, atraem substâncias astrais ruins.
Você pode atrair substâncias astrais inadvertidamente na sua casa. Deve ter cuidado com pessoas estranhas que entram na sua casa em especial no seu quarto e que possam fazer uso de roupas de cama, pois se trata de radiação desconhecida.  Pela mesma razão, se aconselha a não andar pela casa com sapatos que se usa frequentemente na rua.

Algumas práticas podem auxiliar na limpeza do campo energético do nosso ambiente. Assim, praticamente todas as pessoas acreditavam que o som de metal funciona purificando o corpo da pessoa e da natureza que o rodeia. Os sinos de todos os tipos, sinos e chocalhos sempre serviram como um meio para afugentar os maus espíritos e as substâncias ruins. Mas de qualquer modo uma limpeza energética de ambiente é sempre recomendada.
Mesmo na Grécia antiga durante os mistérios sacerdotes batiam  em vidros metálicos. Você podia ouvir o sinal sonoro não apenas durante os feriados, funerais ou tempestades, mas durante as epidemias. A ciência moderna confirmou a sabedoria dos nossos antepassados. Foi detectada a ação de desinfecção do curso.
Um excelente efeito de limpeza é obtida até prova em prova em contrário pelo fogo da vela. Este fogo não só dá o calor, mas também enobrece a atmosfera. Uma chama aberta é algo místico.
Por essa razão há afirmação que a chama pertence simultaneamente a dois mundos o físico e o mundo astral, influenciando  a nossa mentalidade A chama de uma vela ou fogo purifica tudo.

Nenhum método de 'limpeza' ajuda por muito tempo, se a casa continua a reinar na atmosfera de lutas, malícia, ofensas, viços de drogas e bebidas.

Larvas e irmãos desencarnados causam desconforto na pessoa e no ambiente, fomentando em muitos casos no ambiente e nas pessoas que residem no local, sentimentos semelhantes no caso de desencarnado,  que inclui sentimentos de mágoa e tudo relacionado à maneira como morreu. Isto é o que fomenta o desejo da pessoa a se matar (se o desencarnado morreu dessa forma), tomar drogas, consumo excessivo de álcool, bem como outros maus hábitos. Por que isso? Pela simples razão de que o desencarnado se alimenta da energia emitida por sua vítima.
A energia desencarnada ou larva, não tem muitas opções, uma vez que é travado entre dimensões e tudo o que você pode fazer é comer o que você encontra no seu ambiente, neste caso, ser  humano, animais e qualquer outra forma de vida.

O ideal para ajudar é através do amor incondicional e apoio do Arcanjo Miguel, para que a larva ou desencarnado possam deixar este planeta e levá-los ao próximo nível de evolução. Isto pode ser feito através de um cerimonial espiritual, de uma limpeza de ambientes onde se poderá trabalhar através do amor incondicional por eles.

Você pode começar através de uma conversa com as larvas ou desencarnados, onde são encorajados e convencidos a retirarem-se da aura da pessoa em causa ou do ambiente. Normalmente, a larva concorda desde que lhe seja prometido e cumprido de elevar seu campo dimensional. Isto é feito através da cura multidimensional.

 Recomenda-se também orações de proteção e meditação. Expressar também o amor incondicional a larva ou desencarnado, mesmo estando sendo afetado energeticamente por eles. Eles não têm a intenção de prejudicá-los ou perturbá-los na maioria das vezes. Só precisam de ajuda para voltar para seus locais de origem. É de vital importância na maioria das vezes o perdão da pessoa afetada para que possa se libertar.

Algumas pessoas preferem usar velas, água benta, tocha e flores durante o ritual de limpeza. Nunca ofender ou usar palavras contra a larva ou desencarnados. Se você usar a força para afastar larvas e desencarnados da sua casa, eles vão sair, mas dias ou semanas mais tarde voltarão e entrarão para a guerra, porque se sentiram atacados. Lembre-se, você deve sempre fazer isso com amor incondicional.

È bom salientar que a ascensão não é apenas para humanos. É também para aqueles que foram apanhados entre as dimensões, uma vez que são os nossos antepassados e também eventualmente  nossos animais de estimação, pois eles também permanecem presos.

By Maiana lena

Nenhum comentário:

Postar um comentário