Uma alma que se eleva em consciência, eleva o mundo.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Não somos o que pensamos ser

A terra vai mudar de dimensão o que vem ocorrendo gradativamente e em 2014 será o o inicio do despertar desta mudança vibracional de consciência. É fácil perceber isso acontecendo, cada vez mais seres humanos não estão mais conseguindo ‘suportar tal trabalho’, não podem mais ‘suportar tal presença’, não podem mais ‘suportar tal parente, tal filho, tal marido, tal mulher’, porque há uma transformação da Consciência está operando.

A maioria das pessoas não têm todos os meios de compreensão ou todas as explicações que são desejáveis, mas todos sentem que algo não se ‘encaixa’.

Todos estamos envolvidos e presos em uma matriz criada pelos ‘deuses da falsificação’, que nos fizeram crer que havia duas forças que se opunham, o Bem e o Mal, ou então, a Sombra e a Luz.
Mas nos mundos Unificados, a Sombra não existe absolutamente!
Ela é uma criação falsificada nesta matriz 3D e todos nós aderimos a esta ilusão!
Todos nós aderimos a isso, através de nossas ações.
É a melhor forma de manter infinitamente a matriz 3D.
Para sair da matriz da dualidade é necessário encontrar a si mesmo. Precisamos nos encontrar em essência e em Verdade, em Vibração. Saber quem somos em essência.

Todos nós temos a ‘ilusão de crer’, e as religiões foram criadas para isso. Até mesmo alguns conhecimentos esotéricos só são ‘verdadeiros’ em um determinado nível de realidade.

Mas quando nós despertarmos para a Vibração do Coração e à Consciência do Coração, isso não terá mais qualquer sentido.

O Despertar corresponde unicamente à abertura do Coração.

A matriz 3D é uma armadilha.
Não somos seres fixos em uma forma.
Todos nós somos uma projeção da vida.
Quando tocamos a verdade nós penetramos a alegria. O coração ‘vibra’.
E é quando podemos compreender o que realmente cada um é, de verdade.

Sair da matrix não é ‘se retirar da Vida’.
É permanecer na Ilusão, mas consciente de que é uma Ilusão e, sobretudo, estabelecer-se na Alegria Interior.
Não se nega, portanto, a matéria, porque a matéria era sagrada no início.
Entretanto, muitos poderão escolher permanecer na matrix e na lei de carma, e não ir para a Unidade. Cada um é livre para assim o escolher.

Quem vai escolher o caminho a seguir é a nossa vibração, nada mais. Cada um é o único súdito de seu próprio reino. É a Vibração, a Consciência de cada um que estabelecerá o caminho evolutivo e o destino de cada alma. E cabe a a cada um de nós se estabelecer em seu próprio reino, na esfera do Ilimitado, nas esferas da Beleza, da Unidade, de Verdade, do que cada um é.
Mas é bom lembrar aos que  permanecerem  na dualidade que não haverá mais possibilidade de reencarnação nos mundos dissociados.
A redenção desse mundo será total, não importa o caminho que cada um com a sua vibração seguir.
E se desejarem continuar a servir à Dualidade terão sua escolha respeitada.

Benções de amor e luz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário