Uma alma que se eleva em consciência, eleva o mundo.

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Números Cármicos

Muitas pessoas encontram em sua data de nascimento ou em seu nome de batismo números considerados Cármicos, indicando que trazem para a encarnação atual padrões carmicos obstrutivos de repetitivas vidas buscando na presente encarnação equilibrar e transmutar os resultados mal sucedidos em outras existências.

Encontramos o Número Cármico, quando somamos todas as letras do nome e sobrenome que figuram na certidão de nascimento ou casamento. O mesmo também se aplica com a soma do dia, mês e ano de nascimento. Se a soma final de dois dígitos forem: 13 – 14-16 ou 19 corresponde a essa pessoa uma carga Cármica, que deverá ser analisada com maior atenção e trabalhada carmicamente. Neste caso, a soma obtida no cálculo do nome ou data de nascimento não deve ser reduzida.

O TREZE – 13
Missão: transformação


O número 13 corresponde a um recomeço, a uma reconstrução. Considerado desde a Antiguidade como de mau agouro, ele indica, contudo, uma transformação salutar. A influência de Saturno sublinha o decurso do tempo, a lentidão da atividade, as provações, a fatalidade e o outono da vida. Apesar desta vibração parecer inquietante, ela indica antes de tudo uma transformação e não necessariamente a morte. O 13 é um número de revolta, para que o novo solo possa ser cavado. Está associado ao poder que, usado com propósito egoísta, atrairá a destruição sobre si. Há um alerta sobre o desconhecido e o inesperado. Uma adaptação à mudança produzirá agradavelmente a força da vibração 13 e diminuirá qualquer potencial para o negativo.

Aspecto Cármico envolvido. O carma relacionado à vibração do número 13 indica vidas onde a pessoa não se desenvolveu materialmente em decorrência de más atitudes, preguiça, imobilidade, negatividade e ineficiência acarretando perdas no plano material e em sua vida de modo geral e também para as pessoas do seu convívio. Possíveis abusos materiais à custa de outros. Rigidez. Rancor. Inveja. Na encarnação atual, terá chances de buscar uma mudança de consciência desenvolvendo seus talentos e habilidades e motivando-se pela vida. Será uma encarnação de muito trabalho desde tenra idade e exigirá esforço e determinação para nas conquistas materiais. Caso, entretanto, continue a incidir nos padrões cármicos de outras existências, mais uma vez viverá como “parasita” acarretando pesados fardos as pessoas de seu convívio e imobilidade em todas as áreas da sua vida.

O QUARTOZE – 14
Missão: Abnegação


O número 14 é um apelo à moderação que surge junto com a preocupação relativa aos excessos associados, principalmente, à comida, à bebida e ao sexo.
Não se trata, contudo, de uma proposta de abstinência. Como pregava Aristóteles, “tanto a deficiência como o excesso de exercício destroem a força”, logo, antes de qualquer outra coisa, é o reconhecimento do que é saudável e o trabalho para permanecer dentro destes limites. É neste ponto que consciência e autocontrole se fazem mais necessário, pois com a primeira se determina a dose certa e com a segunda dominamos o impulso de querer mais e mais, o que pode ser difícil – você sabe que é errado, mas se deixa levar pela busca do prazer imediato, pela vaidade e/ou pela ira ainda que se martirize com culpas depois.
A dualidade também está presente na vibração do número 14, mas a diferença é que ela traz consigo a habilidade para criar algo novo, romper com a dualidade e criar uma conexão com a unidade, ganhando conotações mais espirituais/alquímicas com o passar do tempo.

Aspecto Cármico envolvido. O carma ligado à vibração do número 14 envolve vidas de interesse demasiado no físico incidindo em excessos ligados ao sexo, bebidas, comida e todo e qualquer aspecto ligado a vida material incidindo em grande perda de energia. Apego demasiado gerando desordens emocionais e físicas de toda ordem. Descuido com o corpo físico o que ocasionou doenças carmicas de grandes proporções. Na encarnação atual, o grande desafio para as pessoas que trazem este aspecto cármico será controlar seus instintos e “apegos” ligados ao físico. Controlar seus impulsos e trabalhar a cura destas incidências em nível de consciência. Outro aspecto de fundamental importância é trabalhar o altruísmo, o amor ao próximo, aprender a se doar sem esperar nada em troca. Abnegação.

O DEZESSEIS – 16
Missão: Humildade


O número 16 indica excesso de comportamentos corrompidos pelo ego implicando uma fuga a realidade da essência do verdadeiro eu. Orgulho exacerbado no que acredita possuir a nível material. Vaidade. Apego a tudo o que acredita poder possuir seja a nível material como emocional. Valor as aparências externas. Quando esse tipo de comportamento corrompe e prejudica a relação do buscador com o seu verdadeiro eu, tumulto, ansiedade, raiva, e outros comportamentos negativos são decorrentes. Esta vibração indica rompimentos, quedas, destruição tendo por objetivo o resgate da parte de alma perdida em objetivos meramente mundanos sem conexão com os objetivos superiores. Quer seja material ou emocional, a vibração do numero 16 força a ver que tais transtornos podem forçar novas direções provavelmente mais benéficas.

Aspecto Cármico envolvido. O carma ligado a vibração do número 16 indica vidas de excessivo apego material e sentimental. Excessivo valor as conquistas externas gerando inúmeras perdas e sofrimentos causados pelas buscas desenfreadas do ego. Prováveis perdas materiais e sentimentais tendo por objetivo interiorizar-se e aprendendo a ter fé em si mesmo e no mundo que o cerca. Na encarnação atual o grande desafio para as pessoas que trazem este aspecto carmico é ampliar as perspectivas de vida, buscando a meta de crescimento em todas as direções, aprender a interiorizar-se, visando o encontro com a própria sabedoria. Trabalhar a humildade. Tomar consciência de que todo o progresso interior é inseparável do conflito. Aprender a lição do desapego material e sentimental. Aprender a aceitar a dor e não resistir às mudanças frequentes a que estarão sujeitas.

O DEZENOVE – 19
Missão: Honestidade


O número dezenove indica atrasos em planos e realizações de projetos. Reveses na vida tendo causando perdas de energias e momentos desperdiçados. Necessidade de convívio com as próprias falhas e colheita do que tiver semeado. Mau uso do poder em outras vidas. Tentativa de domínio sobre tudo e todos. Esta vibração indica vaidade, posse, ego inflado, dissimulação, falsas amizades por interesse. Fraqueza de caráter.

Aspecto Cármico envolvido. O carma ligado à vibração do número 19 indica mau uso do poder em outras encarnações gerando prejuízos e injustiças de grande proporção. Intolerância e excesso de poder de mando. Na encarnação atual, o grande desafio para as pessoas que trazem este aspecto cármico é tomar consciência de que retiramos da vida exatamente o que nela colocamos e que tudo o que tomamos outrora injustamente de outros devemos em algum momento repor na mesma proporção. Aprender a usar equilibradamente o poder com amor. Aprender a ser leal e honesto em nossas aquisições construindo o nosso caráter a partir das próprias experiências.

By Maiana Lena

Nenhum comentário:

Postar um comentário