Uma alma que se eleva em consciência, eleva o mundo.

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

2016 - O despertar do entendimento por virtude da aflição

2016 será o ano da queda do ego e tudo o que ele construiu para si mesmo; será um ano de limpeza. Tudo o que foi construído e tudo o que serve para separar a pessoa a partir da fonte de vida será destruído. Através do 16, a união com o grande espírito é realizada.
Por outro lado tudo o que não se transmuta em si mesmo acorda forças já usadas em outras vidas incidindo em novos padrões kármáticos. Sendo assim 2016 será o ano de ambições desenfreadas onde poderá levar muitos a usarem atitudes negativas e hostilidades para com os outros sendo um ano de grandes probabilidades de guerras e conflitos a nível territoriais e/ou mundiais.
Concomitantemente a natureza responderá da mesma forma incidindo com possíveis mudanças climáticas de forma ameaçadoras . 2016 acenderá questão da auto-confiança e orgulho, bem como segredos e mentiras. Estes incluem o abuso do poder e a criação de parcerias para governar ou controlar outros. Ano de possível conspirações e atitudes inesperadas. Será um ano onde muitos terão dificuldades de adaptação demonstrando comportamento hostil, bem como a indiferença sobre o sentimento de rejeição por outros. O resultado de todos estes comportamentos poderá ser vandalismo, confusão, tempestuoso, colapso, erro, ruína, queda, fogo, raiva/violência, misoginia, perigo, destruição, etc.

A vibração do número 16 simboliza a construção da nossa vida - tijolo, por tijolo, pedra sobre pedra. Cada experiência, e principalmente cada conquista que materializamos, é o que somos hoje. Mas a vida está a cada momento se renovando; a natureza se transforma a cada instante, e todo ser, para estar vivo, não pode se negar a transformar-se também. Por isso o próximo ano surge para desestruturar tudo o cristalizamos em nossas conquistas, no poder, na vaidade, achando que somos donos e senhores de tudo e de todos, e arrogantemente esquecemos que vivemos na "Casa de Deus". Nosso corpo, nossa casa, nosso país, nosso planeta, essas coisas não nos pertencem para a eternidade, e é em vão a luta por mantê-las intactas e eternas. Nesses períodos de apego, 2016 vem para nos derrubar do alto de nossa presunção e nos despertar, como um raio que cai do céu. Em geral seremos sacudidos por acontecimentos externos, como perdas, decepções, conflitos, etc, para que acordemos e continuemos a construção, cada vez melhor, cada vez mais alta. Na "Casa de Deus" não há lugar para acomodação. Quando estivermos estagnados, sem vontade para crescer ou nos aperfeiçoarmos, com certeza viveremos a vibração 16 novamente como um aviso divino de que a evolução não pode parar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário