Uma alma que se eleva em consciência, eleva o mundo.

domingo, 31 de janeiro de 2016

Entendendo o Carma

Até que você tenha resolvido e cumprido o seu Karma, você vai continuar a reencarnar em vidas sequenciais na Terra e em planetas vinculados a terceira dimensão. Nem Deus nem os Senhores do Carma conferem sofrimento a você durante essas vidas. Somente a você caberá decidir o que é necessário para aprender durante a sua jornada terrena. Para cada experiência de vida você buscará reencontrar almas e situações com as quais você mantém vínculos cármicos com o objetivo de transmutar estes padrões cármicos não dissolvidos por inúmeras vidas. Sempre que você agir com intenção ilícita reincidirá novamente em um padrão kármico repetitivo. Em alguns casos ocorre de uma expressão de vida reencarnar e já ter evoluído no decorrer de suas experiências terrenas ou em planetas de terceira dimensão com o objetivo de auxiliar almas com as quais mantém o compromisso cármico de ajudar a crescer e evoluir a menos que seja um Bodhisattva, cujo propósito da reencarnação é ensinar, compartilhar e ajudar os outros a evoluir.
Atos desarmônicos devem ser equilibrados, seja durante esta vida ou em vidas futuras. Essas ações estão enraizadas nas emoções baseadas no medo que precisam ser resolvidas, para que se possa libertar da roda de samsara. Você retorna vida após vida para testar a si mesmo para ver se você aprendeu a sua lição e também para harmonizar o padrão cármico envolvido. Até que você possa passar por uma vida inteira sem nenhum apego desarmônico você vai continuar a reencarnar. Em outras palavras, quando você puder viver uma vida de perfeita harmonia, a libertação te seguirá, o que é bastante difícil, no ser humano tendo em vista dele manter na maioria das vezes frequências com vidas ainda em processo de crescimento espiritual.
Durante a vida nesta dimensão alguns erros podem ocorrer devido a estarmos frequenciando ainda parcelas de vidas que não alcançaram um patamar de consciencia mais evoluído. Até que não se descubra a importância de ser espiritual, sem obsessão, vamos continuar frequenciando o mesmo padrão cármico de desarmonia incidindo em novos processos cármicos o que nos levará a continuar no processo reencarnatório até que o aprendizado seja concluído. Quando encarnamos em planetas de terceira dimensão como a Terra, trazemos uma vasta bagagem de processo kármicos inacabados, como também de créditos de experiências positivas que nos auxiliarão em futuras reencarnações.
A melhor forma de liberar um padrão cármico negativo é trabalhar o perdão e a culpa agregadas a consciencia e tentar ser o menos egoísta e obcecado possível. Tente manter uma prioridade espiritual em sua vida, reconhecer a força de Deus em si mesmo e nos outros e respeitar isso. A meditação e procedimentos específicos de cura cármica é a melhor maneira que eu conheço para absolver Karma, não importa que tipo de Karma você possa ter. Meditando e trabalhando a cura do carma especifico você pode se conectar com o seu eu superior, o que lhe permite processar esta vibração cármica, sem ter que passar pela dor ou experiência física em si resultante do carma acumulado.
Tente não ser imoral ou agir de forma ilícita na sua busca de poder, amor, sexo, dinheiro ou o que seja, porque se você tirar proveito de outras pessoas, você se machucará na busca do material de qualquer coisa nesta dimensão. É assim que você acumula vibrações cármicas negativas que devem ser absolvidas por sua alma ao evoluir. O processo evolutivo ocorre de uma forma mais rápida para aqueles que transmutam o seu carma pelo vontade e persistência em fazê-lo. Já o processo evolutivo se processa mais lentamente para as pessoas que se mantém presas em rotinas de dor, agonia, tortura e autodestruição em suas vidas que nem sequer entendem Karma ou se recusam a admitir o seu poder e a sua verdade.

Que a paz do Grande Espírito faça morada em nós!

Nenhum comentário:

Postar um comentário